quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Parestesia – sensação de adormecimento ou formigamento que incomoda muito

 by Telma M.
Parestesia, segundo o Dicionário Aurélio, é: Distúrbio em que o paciente acusa sensações anormais de formigamento, picada ou queimadura, não causada por estímulo exterior ao corpo. Isso equivale a dizer que o paciente sente um incômodo como se estivesse queimando, mas não há sinais de queimadura, ou como se muitas formigas picassem ou passeassem pelo corpo, mas não há nada no local.

A Wikipédia dá como explicação para parestesia o seguinte: uma sensação que ocorre na pele, espontaneamente e sem estímulos exteriores, muitas vezes porque algum nervo sensorial é afetado por contato ou lesão. É parecida com adormecimento ou formigamento nas extremidades.

Em resumo, parestesia é uma sensação incômoda de formigamento, pressão na pele, frio ou queimação que muitas pessoas não conseguem explicar com clareza, mas que provoca intenso mal-estar. Costuma dar nas mãos, braços, ou pés, mas também pode ocorrer em outras partes do corpo. Normalmente acontece sem aviso e geralmente não apresenta dor.

A parestesia pode ser temporária ou crônica.

A parestesia temporária é muito comum e acontece quando algum nervo é submetido a uma pressão constante. A parestesia temporária some quando a pressão no nervo é aliviada. Exemplo: ficar com as pernas cruzadas muito tempo ou dormir sobre os braços.

A parestesia crônica, frequentemente, é conseqüência de alguma doença neurológica ou trauma em algum nervo.
Como exemplos de causas para a parestesia crônica, podemos citar: problemas com o sistema nervoso central (derrames, isquemias, esclerose múltipla, mielite transversa, encefalite); tumores que pressionam o cérebro ou medula espinhal; danificação de um nervo periférico.

Na parestesia crônica, as sensações descritas anteriormente são constantes e é necessário um diagnóstico médico, através de exames e testes laboratoriais, para se determinar suas causas.  
O tratamento apropriado, para a eliminação dessas sensações, depende exatamente desse diagnóstico. O sucesso do tratamento está vinculado à eliminação das causas que deram origem à parestesia crônica.

Artigos Recomendados:

Um comentário:

Seus comentários podem ajudar a melhorar o blog e também podem ajudar outros leitores.
Comente e critique se preferir..
Entretanto, eles não entrarão imediatamente, eles serão moderados.
Isso para evitar que, eventualmente, apareçam comentários ofensivos no blog.
Contamos com a sua compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...