terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Aumente a eficiência de sua proteção. Dicas de como usar corretamente o Protetor Solar

protetor solar by Roberto M.
Passar o protetor solar rapidamente antes de ir para a praia ou para a piscina, não garante uma proteção perfeita.
Muitas pesquisas indicam que, no mundo inteiro, a população não tem o costume  de aplicar corretamente o protetor solar, ou o bloqueador solar, ou o filtro solar, ou o foto protetor, ou seja lá o nome que se dá a esse tipo de produto que protege a pele das pessoas dos raios do sol.
As pessoas imaginam-se protegidas, ficam mais confiantes de se exporem por mais tempo ao sol e correm sérios riscos de desenvolverem um câncer de pele por não terem proteção alguma em certas partes do corpo.

Os protetores, hoje em dia, não mais são exclusividade de quem tem pele clara e ficar exposto ao sol sem nenhuma proteção é um ato de irresponsabilidade extrema. 
O uso de protetor solar todos os dias do ano, segundo especialistas, ainda não é um hábito entre os brasileiros. Muita gente, aliás, só se lembra da existência desse produto no verão e isto está errado, pois, o sol nasce todos os dias e mesmo nos dias nublados e frios as radiações existem.

Os filtros solares estão aí para nos protegerem das radiações solares e, se usados adequadamente, nos permitem aproveitar os prazeres da vida ao ar livre com mais segurança.  Por isso, é fundamental observar algumas medidas básicas na hora de aplicar o protetor.

Primeiramente, devemos escolher o produto que iremos usar. 

Bloqueador ou protetor? 
Bloqueador é um produto mais potente, normalmente mais espesso e indicado para pessoas com a cútis mais sensível ou com algum tipo de doença de pele. As marcas comerciais mais conhecidas se encaixam na categoria de protetores solares.

Qual o fator de proteção solar (FPS)? 
O FPS indica o número de vezes a mais que a pele receberá proteção após a aplicação do produto. Por exemplo, se uma pessoa fica vermelha com 10 minutos de exposição ao sol quando está sem proteção alguma, se usar protetor com FPS 15 ficará protegida por 150 minutos (15 vezes 10 minutos). Se usar FPS 10 a proteção será de 100 minutos (10 vezes 10 minutos). Ou seja, depois desse tempo, ficará no mesmo estado que estaria após 10 minutos de exposição sem proteção.

Vale alertar, que a partir do FPS 30 a diferença de proteção é muito pequena e deve ser levado em conta a relação custo x benefício da aquisição. Como exemplo podemos citar que o protetor com FPS 15 protege a pele contra cerca de 92% da radiação UVB, o FPS 30 cerca de 96% e o FPS 60 cerca de 98%.

O fator de proteção solar  é estabelecido com base na proteção proporcionada pela aplicação de uma quantidade de dois miligramas do produto em cada centímetro quadrado do corpo. O que significa mais ou menos o seguinte: uma colher de chá para o rosto e o pescoço, uma colher de sopa para a parte da frente, uma colher de sopa para a parte de trás, uma colher de sopa para os braços e outra colher de sopa para as pernas. Estudos demonstraram que muitos consumidores usam menos da metade dessa dosagem.

Devemos passar o protetor uniformemente em todas as áreas, formando uma espécie de capa invisível na superfície da pele. Isso garante que o produto filtre de forma homogênea os raios ultravioletas que o sol emite. A aplicação deve ser feita à sombra e sobre a pele seca. Filtro solar em spray também precisa ser espalhado com as mãos, senão a aplicação não fica uniforme.

A proteção efetiva só acontece a partir da absorção completa do produto pela pele. Por isso, é preciso aplicá-lo no mínimo meia hora antes da exposição solar. É muito importante, respeitar o tempo de secagem  do produto (mais ou menos 20 minutos) e não exceder o tempo de exposição indicado, fazendo as reaplicações recomendadas na embalagem. Na prática, ignoramos o modo de usar  e com aquele pouquinho que costumamos usar,  só conseguimos uma proteção que pode variar entre um quarto e um terço da informada na embalagem do produto. 

Lembre-se de que o protetor solar não foi feito para render e sim para proteger. A camada aplicada deve ser generosa, de modo que a mão deslize sobre o creme sem muito esforço. A economia deixa a proteção comprometida. Atenção para as dicas da embalagem.

É consenso entre os médicos indicar nova aplicação a cada duas horas ou após transpiração intensa e mergulhos na água.
Produtos vendidos como "à prova d'água" têm maior fixação à pele, mas não se pode afirmar que não saem na água. Para mergulhos prolongados ou transpiração excessiva, é necessária a reaplicação do produto.

O fator de proteção solar  mínimo  que se deve usar é o  FPS15. Áreas sensíveis como rosto, lábios e cabeça, principalmente os calvos, necessitam de um cuidado maior e, portanto, de um protetor solar de FPS mais elevado. Não se esqueça de proteger as orelhas, os lábios e o peito dos pés. Peça a alguém para aplicar o filtro solar nas suas costas.

A eficiência de um protetor solar está relacionada diretamente à sua utilização correta. 
Mas lembre-se, o uso do filtro solar não significa que você está imune aos efeitos do sol. Cuidado com a exposição excessiva no horário entre 10 e 16 horas. O ideal é que as pessoas usem bonés, chapéus, óculos solares e guarda-sol para uma proteção extra. 
O mormaço também ocasiona queimaduras. A brisa, por oferecer uma sensação refrescante, pode levar a pessoa a esquecer os efeitos nocivos do sol e a se queimar sem perceber.
Fonte - Inmetro

Artigos Recomendados:

 

Um comentário:

Seus comentários podem ajudar a melhorar o blog e também podem ajudar outros leitores.
Comente e critique se preferir..
Entretanto, eles não entrarão imediatamente, eles serão moderados.
Isso para evitar que, eventualmente, apareçam comentários ofensivos no blog.
Contamos com a sua compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...