segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O Bebê nasceu.É hora de pensar na educação da criança.

A educação das crianças começa nos primeiros dias de vida

Amamentação da um bebê
by Telma M.
Eduque seu filho desde os primeiros dias e não fique estressada depois.
Os primeiros anos de vida de uma criança servem para que ela forme a base de sua personalidade. Além do mais o desenvolvimento emocional e físico é tão rápido que, muitas vezes nem percebemos as mudanças acontecendo e de repente nosso bebê está andando e falando. 

Nesta fase a criança é muito influenciada por comportamentos positivos e negativos, o que vai refletir mais tarde nas suas atitudes sociais, afetivas e intelectuais. 

Durante o primeiro ano de vida a figura materna é a coisa mais importante da vida da criança, a importância do pai vai se estabelecer a partir do segundo ano de vida.
Desta forma é fácil perceber a necessidade de um bom relacionamento entre os pais e um preparo para esperar a chegada da criança. Quanto menor é a criança, mais ela percebe a comunicação não verbal entre as pessoas. 

Por isso,  não adianta dizer que está feliz, se na verdade você estiver triste, pois a criança perceberá sua tristeza. Crianças que vivem em constante clima de tensão vão demonstrar problemas emocionais mais tarde.

Os adultos são os responsáveis por manter um ambiente saudável para a criança, eles é que escolhem os assuntos a serem discutidos na sua frente: as músicas que serão ouvidas, os programas de televisão que serão vistos, os horários em que a criança deverá ir para a cama, os livros que serão lidos...
Um bebê no colo da mãe numa biblioteca
Se a criança for estimulada a brincar com livros, ela irá aprender a gostar de livros e mais tarde vai gostar de ler; se ela for estimulada a brincar sozinha, com jogos de montar, ela irá desenvolver seu raciocínio, vai adquirir capacidade de se concentrar e vai aprender a tomar suas próprias decisões, fazendo exercícios de raciocínio desde muito cedo.
Se você acostumar seu filho a esperar que você faça tudo para ele, não espere que ele seja um indivíduo auto suficiente.

Quando minha filha tinha 4 anos, nasceu seu irmãozinho. Ela queria segurá-lo no colo com apenas 5 dias de nascido. Com o coração na mão eu permiti.
Coloquei-a sentada no sofá, enchi de almofadas em volta e coloquei o bebê no seu colo. Antes eu ensinei direitinho como ela devia fazer. A alegria que vi em seus olhos brilhantes não dá para descrever. Ela adquiriu um cuidado e uma responsabilidade tão grande com relação ao irmão, que persiste até hoje, vinte e um anos depois.

A criança, assim como qualquer pessoa, adora ser amada, então demosntrar seu amor por ela e deixar que ela perceba o amor entre os pais lhe dará segurança, que será demosntrada por um sono tranquilo, bom apetite e aceitação das normas da casa.
A educação dos bebês
Quando você disser não para seu filho, mantenha o não com segurança. Que seu não seja Não e seu sim seja Sim.
 Por isso, se você não tiver muita certeza da  resposta que irá dar para a pergunta da criança, diga que não sabe e que irá pensar, depois dê a resposta final. Não mude a toda hora. Não vincule suas respostas à sua instabilidade emocional, isso prejudica o desenvolvimento emocional e físico da criança.
Transmita sentimentos de medo apenas de coisa vitais : medo de fogo, medo de cair da janela, medo de atravessar a rua sozinha... Não ponha medo de policial, ou de "homem do saco", como aconteceu com uma conhecida minha. Ela diazia para a filha: "Não faça isso, senão o homem do saco vai te pegar", ou então: "Não suba aí, senão a polícia te pega".
Não se deve usar subterfúgios para amendrotar os filhos: bicho papão,  espelho quebrado, trovões .

Diga-lhes que não pode. Explique o motivo e mostre segurança sem colocar medo na criança. Medo e coragem contagiam. Mostre a grandeza da natureza na hora de uma tempestade, sem apavorar a criança, apenas ensine-a a respeitar a natureza.
Resumo: educação infantil, atitudes dos pais perante os filhos, sentimentos dos filhos, medo das crianças, relacionamento entre irmãos pequenos

Artigos Recomendados: 

.

    4 comentários:

    1. Breno Bernardes19/11/11 03:31

      Gostei do texto. Bem lúcido e simples. Eu e minha esposa estamos tentando ter o primeiro e com certeza esse texto vai nos ajudar. Obrigado.

      ResponderExcluir
    2. perfeito, vc é uma mãe brilhante...Parabéns!!!

      ResponderExcluir
    3. Que artigo excelente! Concordo com tudo que você disse. A sociedade em que vivemos é um reflexo da criação que recebemos dos nossos pais. Infelizmente, a maioria não estava preparada para ter filhos...

      ResponderExcluir

    Seus comentários podem ajudar a melhorar o blog e também podem ajudar outros leitores.
    Comente e critique se preferir..
    Entretanto, eles não entrarão imediatamente, eles serão moderados.
    Isso para evitar que, eventualmente, apareçam comentários ofensivos no blog.
    Contamos com a sua compreensão.

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...