segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Micoses de unhas. Dez mandamentos para evitar onicomicoses.

Conheça algumas dicas para combater e evitar micoses nas unhas, as chamadas onicomicoses.

Micose nas unhas. Onicomicose.
by Telma M.
Você sabe o que é onicomicose? Por que será que as micoses são tão difíceis de curar?
A época mais propícia para o aparecimento das micoses de pé e unhas é o verão. Sabe por quê?
Acontece que nesse período há mais umidade e calor nos pés, situação ideal para o desenvolvimento da doença.
Além disso, os locais públicos como piscinas, ficam mais cheios de gente, o que facilita os contágios.

Onicomicose é a infecção das unhas por microrganismos.
As unhas ficam amareladas e engrossam, muitas vezes chegam a encurvar. Os fungos mais comuns são os “dermatófitos”, que se alimentam da queratina das unhas.
Esses indivíduos adoram ambientes escuros, úmidos e quentes, logo as unhas dos pés são as maiores vítimas, pois os pés costumam ficar o dia inteiro escondidos dentro de um sapato escuro, apertado, abafado...

Há outras formas de adquirir a doença, mas, usar sapatos ou tênis o dia todo e todos os dias facilita muito o desenvolvimento dessas micoses. O contato com o solo, animais, pessoas contaminadas, alicates de unha e tesouras contaminadas são exemplos de outras maneiras de se desenvolver a doença.

Os dermatologistas aconselham a adotar cuidados bastante simples para evitar as micoses. No entanto, esses cuidados se revelam não tão simples assim, uma vez que pessoas que trabalham o dia todo fora de casa têm dificuldade de cumprir regrinhas básicas como deixar os pés arejados, usando sandálias, por exemplo.

Um conselho importante a ser seguido é adotar hábitos de higiene mais cuidadosos. Após lavar os pés, esses devem ser bem secos com a toalha, inclusive nos espaços entre os dedos.
As micoses são muito difíceis de curar, talvez devido às facilidades que encontram e por serem tão bem adaptadas à nossa pele.

Mas vamos ver os tais 10 mandamentos:

1- Evitar sapatos fechados,
2- Não andar descalço em torno de piscinas públicas,
3- Cuidado com os alicates das manicures, tenha certeza de que estão bem esterilizados,
4- Não cortar as cutículas, apenas empurrá-las para evitar abrir as portas aos micro-organismos oportunistas,
5- Ao empurrar as cutículas, cuidado para não ferir as bordas, pelo mesmo motivo anterior,
6- Trocar as meias todos os dias,
7- Colocar os sapatos e tênis no sol, se possível esterelizando-os para eliminar os esporos dos micro-organismos,
8- No caso de já haver comprometimento das unhas com algum micro-organismo, seguir o tratamento médico à risca, do contrário a doença só vai se fortalecer,
9- Não usar medicamento sem orientação médica,
10- No caso de haver contaminação intensa, será preciso tomar medicamentos via oral, mas nunca use medicamentos sem orientação médica, pois são altamente tóxicos para nosso fígado e só o médico saberá dosá-los de maneira a obter o melhor custo/benefício deles.

Artigos Recomendados:

2 comentários:

  1. Eu conheço algumas pessoas que tem problemas serios, vou passar adiante estas valiosas orientações.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Boas dicas!
    Minha filha faz hidroginástica e sempre existe essa preocupação. Tratar com uma podóloga profissional também ajuda bastante.
    Meu afetuoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir

Seus comentários podem ajudar a melhorar o blog e também podem ajudar outros leitores.
Comente e critique se preferir..
Entretanto, eles não entrarão imediatamente, eles serão moderados.
Isso para evitar que, eventualmente, apareçam comentários ofensivos no blog.
Contamos com a sua compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...