quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Bonecas de pano: brinquedo ou uma forma de educar?

Fazer bonecas de pano serve como terapia para quem faz. Brincar com bonecas de pano, junto com os filhos, é uma maneira gostosa de educar e formar a personalidade das crianças.

Boneca de Pano, uma maneira de educar as crianças brincando.
by Telma M.
Bonecas e brinquedos em geral não servem apenas para preencher o tempo vago. Ao contrário, fazer bonecas de pano é uma terapia para quem faz, mas principalmente, é uma maneira gostosa de formar e educar as criançasAo se construir uma boneca de pano coloca-se pensamentos e sentimentos que ficam ligados a ela, e esses sentimentos ficam juntos com a boneca, acompanham-na quando ela chega às mãos pequeninas e sonhadoras de uma criança.

Segundo Ana Altenfelder, terapeuta corporal, criadora do “Método Altenfelder”, “as bonecas são um dos tesouros simbólicos da natureza instintiva. Acredita-se que as bonecas sejam impregnadas de vida por quem as cria, elas são empregadas como símbolos de autoridade para lembrar à pessoa da sua própria força... além disso, elas deixam uma marca de singularidade, pois são únicas como nós”.

Eu acredito fortemente que estamos aqui no mundo para aprender e crescer, isto significa dizer que, não só nosso corpo físico vai se desenvolver e crescer, passando pela infância, juventude e velhice, mas também nossa alma ou espírito segue um inexorável caminho em direção ao desenvolvimento. Alma ou espírito, não importa o nome que se dá a essa “força vital” que nos mantém na terra até “trocar de roupa” e seguir o caminho através da eternidade.

O papel da boneca é nobre, brincar com bonecas estimula a imaginação, a criatividade, o respeito pelo ser humano e pela natureza, desenvolve a organização, dá segurança para tomar decisões futuras e tantas outras funções nobres, já que é a imagem do ser humano...
A criança aprende, ao proteger, cuidar e alimentar outro ser através das brincadeiras com sua boneca amiga e, muitas vezes, a única confidente e depois, ao guardar sua boneca à noite, antes dela mesma se deitar para dormir.

Uma rebeldia, natural da criança que não quer guardar suas bonecas, pode ser contornada sem brigas. Basta que a mãe demonstre estar penalizada pelo fato da coitada da boneca ser obrigada a dormir no chão frio, enquanto sua proprietária dorme num coxão macio e quentinho.
A não ser que a criança seja extremamente rebelde, o mais provável é que ela entenda que é preciso guardar a boneca em seu próprio cantinho, antes de dormir.
E com crianças que têm o péssimo hábito de atirar longe as bonecas ou quaisquer brinquedos?

Dá para contornar? Pergunte ao seu filho ou sua filha se você pode atirá-lo longe ou contra a parede quando estiver à beira da loucura.
É quase certo que ele não vai concordar e, possivelmente, compreenderá que não deve atirar seus brinquedos também, mesmo que esteja irritado com alguma situação.
A quem me perguntar se a boneca pode ser semelhante à criança, a resposta é sim!
Sendo elas espelhos do ser humano, estão autorizadas a se parecerem com suas donas e também com pais, mães, irmãos, famílias e amigos.

Se o interesse for profissões também podem ser vestidas com roupas de profissões que a criança conheça. Se a mãe é dentista ou o pai é médico, a criança pode ter uma boneca vestida de branco, se a criança gosta de futebol, pode ter um bonequinho vestido de uniforme. Assim percebemos que os meninos podem brincar com bonecos. Afinal, os homens não cuidam da casa e de seus filhos? Além disso, não existem aos montes, por aí, bonequinhos de menino?

Então, você pode fazer bonecos e bonecas e brincar junto com seus filhos ou com suas crianças interiores. É uma excelente forma de baixar os níveis de tensão tão comuns nos dias atuais.
E se quiser fazer uma bonequinha de pano para seus filhos, lembre-se que a cabeça deve ser dura para proteger os pensamentos e a identidade do ser. Estável sobre o pescoço, saudável e ereta. Nunca caída e doente.

Uma boneca de pano muito sapeca chamada Maria Rita.

Os membros devem ser longos, macios e próprios aos movimentos de andar, pular, dançar e afagar.
O tronco dever ser um elo que liga e equilibra cabeça e membros (ou Repouso e Movimento), através do coração.
É seguindo esses princípios que o ser humano pode pensar com a cabeça, atuar com os membros e sentir com o coração!

Lembre-se que não são perfeitas, como nós humanos não o somos. A imperfeição assegura que haja espaço para criar, complementar, terminar, aperfeiçoar e fantasiar. Assim há espaço para fazer novos vestidos, novos enfeites, novos acessórios, novas histórias, novos destinos.
Dê um nome às suas bonecas, dê identidade a elas. A minha primeira boneca de pano, essa logo aí em cima, se chama “Maria Rita”!
Bibliografia: Scheven, Karin Evelyn – Minha Querida Boneca, Uma orientação para pais e educadores – Edição do autor – 1991.
Referência: Oficina de Bonecas de Ana Altenfelder.

Artigos Recomendados:


3 comentários:

  1. Espetacular! Como é que passaste tanto tempo sem se manifestar? Adorei a narrativa e o conteúdo. Dê asas à imaginação e presentei-nos com mais disso. Grande beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espetacular é seu comentário, obrigada! Só sinto por você não se identificar... Vamos, coragem! Identifique-se.

      Excluir
  2. Gostei muito do seu texto.Parabéns!Uma abordagem bem interessante deste brinquedo que resite ao tempo!

    ResponderExcluir

Seus comentários podem ajudar a melhorar o blog e também podem ajudar outros leitores.
Comente e critique se preferir..
Entretanto, eles não entrarão imediatamente, eles serão moderados.
Isso para evitar que, eventualmente, apareçam comentários ofensivos no blog.
Contamos com a sua compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...