quinta-feira, 17 de março de 2011

A origem do Macarrão e dicas para prepará-lo.

by Roberto M.
Normalmente, domingo é dia daquela bela macarronada com a família. É difícil achar alguém que não goste do macarrão da “mamma” ou da “nonna”.
Mas quem sabe de onde veio este alimento?
Há várias versões para essa história. Uma das mais aceitas é a de que o navegador italiano Marco Pólo tenha levado o macarrão da China para o ocidente por volta de 1280, no século 12.

Entretanto, foi a partir do século 13 que essa massa começou a ser difundida pela Europa e mais tarde para as Américas.
A fama que o macarrão tem de ser uma pasta da Itália (onde o prato é muito popular) deve-se, na verdade, ao molho de tomate, este sim uma invenção italiana.

Há indícios, porém, de que em civilizações antigas, muito antes dessa época, as pessoas consumiam uma espécie de massa fresca feita da mistura de cereais com água, que seria a origem do macarrão.
Mas mesmo sem saber com exatidão de onde veio, o macarrão conquistou muitos adeptos e se tornou muito popular por ser o mais fácil, prático e barato almoço de domingo para reunir toda a família.

E não é só com molho de tomate que se come macarrão. Ele pode ser servido com vários tipos de molhos.
O macarrão ao sugo é o mais tradicional, apenas com molho de tomate, sem carne moída.
Quando se coloca a carne moída ao molho de tomate, ele vira à bolonhesa.
Existem ainda os molhos brancos e o famoso macarrão alho-e-óleo.
Muitas maneiras podem ser usadas para preparar uma massa deliciosa, mas alguns cuidados são necessários para que ela não passe do ponto e acabe estragando.

Veja algumas dicas de como preparar 1/2 Kg de massa:

1) Colocar no fogo uma panela com aproximadamente 2,5 litros de água, uma colher de chá de sal e uma colher de óleo. Acrescentar o macarrão, apenas quando a água estiver fervendo. 

2) Para o macarrão ficar soltinho é importante essa proporção de produto e água (1 litro de água para cada 200g de massa)
O sal é para que o sabor do macarrão se realce durante o cozimento e o óleo é para evitar que a massa grude durante o contato entre elas.
Tem muita gente que não gosta de colocar o óleo na água, mas diz a lenda que é bom colocar para não grudar, então... "Você decide".

3) O fogo deve ficar forte do início ao fim do cozimento. O ponto do macarrão deve ser al dente (meio durinho), pois, mesmo depois de tirado do fogo e escorrida a água, ele continua cozinhando mais um pouco. Isso acontece também quando é colocado o molho quente por cima.

4) A média de tempo de cozimento é 10 minutos, mas há uma variação de uma marca para outra. A melhor maneira de saber se está no ponto é tirar um fiozinho com o garfo e experimentar.

5) Se já for comer, é só escorrer a água, colocar o macarrão em uma travessa e despejar o molho por cima.

6) Se for comer mais tarde, com o macarrão já no escorredor, lave-o com água fria para interromper o cozimento e evitar que grude.

7) Quando for servir, ferva um pouco de água e jogue por cima do macarrão, no escorredor, para esquentá-lo.
Para dicas de molhos, veja o artigo “Três maneiras de fazer macarrão”.
 
Artigos Recomendados:

Um comentário:

  1. Nããããooo! Sem óleo, sem óleo!
    Colocar óleo na agua do macarrão, além de não ter nenhuma vantagem, tem desvantagens! Fica oleoso e por isso não permite que o molho grude direito na massa! Além de ficar menos saudável, já que é uma ingestão de óleo desnecessário!

    ResponderExcluir

Seus comentários podem ajudar a melhorar o blog e também podem ajudar outros leitores.
Comente e critique se preferir..
Entretanto, eles não entrarão imediatamente, eles serão moderados.
Isso para evitar que, eventualmente, apareçam comentários ofensivos no blog.
Contamos com a sua compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...