segunda-feira, 11 de junho de 2012

Receita de canelone aos três queijos do tio Betão.

Canelone com mussarela, queijo prato e queijo parmesão regado com molho de tomate à bolonhesa. Canelone aos três queijos. Massa italiana. Pasta da Itália.

Canelone aos três queijos.
by Roberto M.
Como toda boa “pasta”, é lógico que esse modo de fazer massa é oriundo da Itália.
Segundo diz Silvio Lancelotti em seu livro, foi o formato de canudo que deu origem ao nome canelone, que pode ser escrito cannellone (no singular) ou cannelloni (no plural). Ele diz ainda, que o canelone foi inspirado nos legendários aquedutos romanos, que conduziam as águas das fontes naturais para as cidades. 

Esses condutores eram chamados, pelos romanos, de specus ou canalis.
O recheio clássico, mais tradicional, do canelone leva carne, ovos e queijo; mas hoje em dia são várias as opções.
Essa variante do tio Betão é muito gostosa e vale a pena experimentar.
Tenho certeza que um cannellone só não será suficiente, serão necessários vários cannelloni.

INGREDIENTES

- 4 colheres de sopa de manteiga ou margarina;
- 5 colheres de sopa de óleo;
- 1 caixa (520 g) de polpa de tomate peneirada;
- 500 g de lasanha fresca cozida;
- 500 g de mussarela em fatias;
- 500 g de queijo prato em fatias;
- 500 g de carne bovina moída;
- 2 envelopes de tempero pronto para massas;
- 100 g de queijo parmesão ralado;
- 2 cebolas médias picadas;
- 2 dentes de alho amassados;
- Sal, pimenta e temperos a gosto.

MODO DE PREPARAR

- Sobre cada folha de massa, coloque metade de uma fatia de mussarela;
- Sobre a mussarela, coloque metade de uma fatia de queijo prato; ambas cortadas no sentido do comprimento;
- Polvilhe queijo parmesão ralado sobre elas;
- Enrole e forme os canudinhos;
- Disponha os canelones em um refratário previamente untado;

- Em uma panela, à parte, derreta a manteiga;
- Frite a cebola e o alho até ficarem dourados;
- Junte a polpa de tomate, um dos envelopes de tempero pronto, sal, pimenta e temperos a gosto;

- Em outra panela, aqueça o óleo e frite a carne moída, temperada com o outro envelope de tempero, com sal, pimenta e temperos a gosto;

- Junte o molho de tomate, da outra panela, à carne, e deixe ferver;
- Regue os canelones do refratário com esse molho tipo à bolonhesa;
- Polvilhe queijo parmesão sobre o molho;
- Leve ao forno quente (200°C) por cerca de 15 minutos para gratinar.
Bibliografia: Lancelotti, Sílvio - O Livro da Cozinha Clássica – A Históra das receitas mais famosas da história- Porto Alegre- L&PM - 2003.

Artigos Recomendados:

2 comentários:

  1. Bem, a receita parece ótima, agora é preciso provar. Quando teremos o prazer de experimentar essa maravilha? Quando? Quando o tio Betão vai nos presentear mostrando seus dotes culinários?
    Nelsina Ventura

    ResponderExcluir

Seus comentários podem ajudar a melhorar o blog e também podem ajudar outros leitores.
Comente e critique se preferir..
Entretanto, eles não entrarão imediatamente, eles serão moderados.
Isso para evitar que, eventualmente, apareçam comentários ofensivos no blog.
Contamos com a sua compreensão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...